sexta-feira, novembro 18, 2005

O Modelo Social Europeu




Vital Moreira na sua crónica semanal do Público, fala-nos do modelo social europeu, ou melhor, tenta convencer que este modelo ainda é necessário à Europa, e apenas necessita de uns retoques. No seu artigo, cita a Espanha e a Escandinávia como exemplos de desenvolvimento através de um modelo modelo social. Tenho pena que Vital Moreira não tenha comparecido ao Noites à Direita (pelo menos eu não o vi....), pois esta questão foi explicada admiravelmente pelo Prof. António Borges. O modelo sueco, por ex., é um modelo eficaz em que o estado tem de facto um grande abrangência na sociedade, mas produz e disponibiliza serviços públicos de grande qualidade e de grande eficácia, conciliando este sistema com a captação de investimento externo. Isto não é o modelo social europeu. Isto está muito longe de ser o modelo social europeu.

Jack Straw, Ministro dos Negócios Estrangeiros Britânico, esteve esta semana no Parlamento Europeu onde explicou com a sua habitual frontalidade o problema e a solução deste modelo para a Europa, desferindo um fortíssimo ataque ao sistema françês.

The British foreign secretary, Jack Straw, made a blistering attack on the French economic and social model Wednesday and accused Paris of failing to enforce the EU work rules it had fought for.

Speaking in the European Parliament, Straw responded to a French deputy who had criticized the British liberal approach to globalization and lamented the lack of harmonization of social standards in Europe.

"Globalization is a fact of life. The French, my comrade friend, may not like it, but we either have to deal with it or it will engulf us all," Straw said. "The old economic and social model of Europe won't work to deliver prosperity, social justice and jobs in the way it used to. And it's a big challenge, especially, if I may say so, for the country you represent and others on the Continent."

Straw said he would not accept lectures from France, which did not, he said, enforce the European laws it had fought for. "Rigid pan-European working limits on hours will not deliver health and safety for our work force, particularly where the rules are unevenly applied," he said.


Aproximando-se a hora crucial das discussões sobre o Orçamento, a presidência britânica tem a oportunidade de imprimir um novo rumo a esta Europa. E era precisamente nesta altura que gostaria de ver Nicolas Sarkozy na presidência francesa, em vez de Chirac e a sua obstinação pela PAC.